Assuntos de Goiás TV

sábado, 3 de março de 2012

Barcos vira 'mania' no Palmeiras @Reinaldo_Cruz @Aparecida_ @Goianao2012 @Cnn_Br @Dribles_e_Gols @QB_7 @Assuntosdegoias

Aldo Rebelo, vai pedir à Fifa que afaste seu secretário-geral, Jérôme Valcke, das negociações sobre a Copa do Mundo de 2014 com o Brasil. A decisão foi anunciada pelo ministro neste sábado, um dia depois de Valcke fazer duras críticas à preparação do país para o Mundial.

"O secretário-geral da Fifa não pode ser nosso interlocutor", afirmou Rebelo, em entrevista coletiva convocada após as críticas de Valcke. "As declarações do secretário da Fifa são inaceitáveis."



A Fifa está insatisfeita com os preparativos da Copa do Mundo de 2014. Nesta sexta-feira, o secretário geral da entidade máxima do futebol, Jérôme Valcke, reclamou dos atrasos das obras dos estádios, do sistema hoteleiro e de transportes e disparou contra a organização do Mundial no Brasil.

"Eu não entendo por que as coisas não estão se movendo. Os estádios não estão dentro no cronograma, e por que tantas coisas estão atrasadas?" perguntou. Segundo ele, o Brasil precisa "se mexer", e os organizadores da Copa precisam "levar um chute no traseiro e entregar essa Copa do Mundo".

"Lamento dizer, mas as coisas não estão funcionando no Brasil. Existem essas discussões intermináveis sobre o projeto Copa do Mundo. Deveríamos ter recebido esses documentos assinados até 2007 e estamos em 2012”, afirmou.


Fonte: G1 e UOL

Aldo Rebelo quer Valcke longe do Brasil até 2014 @Reinaldo_Cruz @Aparecida_ @Goianao2012 @Cnn_Br @Dribles_e_Gols @QB_7

Não são apenas os estádios que preocupam a FIFA. A aprovação da Lei Geral da Copa também é algo aguardado há tempos pelo órgão máximo do futebol. O Secretário geral da entidade declarou que o Brasil só se preocupa em ganhar a Copa, não em organiza-la.


A convivência entre o governo brasileiro e o secretário-geral da FIFA, Jerome Valcke, vai ficando cada vez mais inviável. Depois das declarações polêmicas do representante nessa sexta-feira, fazendo duras críticas à organização do país para a Copa de 2014, o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, tomou uma atitude.

Vai solicitar à entidade que afaste o suíço das negociações do evento.



Pesquisar este blog

Seguidores